Crescer


Hoje disse para o meu André:
- A prima está tão velha, qualquer dia já pode trabalhar! :/ Se calhar tu já querias ser grande, eu queria ser pequena!;
E ele do alto dos seus 8 anitos disse:
-Iiih! Estás mesmo! Eu não! Eu queria ser mais pequeno!
Achei tão engraçado, como é que uma criança de oito anos já tem saudades de ser mais nova ainda!
Muitas vezes dou por mim a desejar chegar ao meu quarto e ter a cara mais próxima do interrupetor, hoje em dia tenho mais as ancas do que a cara! Tenho saudades de entrar no meu quarto e ver a minha antiga cama do lado esquerdo com a colcha cor-de-rosa e amarela dos hipópotamos. O meu mano tinha uma igual em azul, eram tão giras! Agora estão na Tocha. Quando esta colcha era usada ainda existia uma mesinha de cabeceira cheia de bonequinhos de barro, e claro! O anjinho que os avós me deram (esse sempre fez e fará parte da decoração!). Do lado direito havia aquela secretária improvisada, cheia de tralha (tanto da escola como não) que estava sempre suja com aparas verdes de borracha (sinal que estudava ali! Ou não...desenhava ali!). Haviam os enumeros espanta-espíritos (que ainda hoje existem), e a comóda das gavetas que abriam mal (hoje é o mano que a tem ehehe).
Houve um dia em que chegou a minha casa um estúdio, desenhado pelo meu pai. As gavetas eram (e são!) azuis. Fiquei radiante! Um quarto novo! E para tudo ficar mais bonito mandei vir uma colcha com golfinhos (Adeus hipopotamos, agora sou grande, nada de colchas cor-de-rosa!). A partir daí o meu quarto virou o Oceanário. Era só coisas de golfinhos! Até um poster de golfinhos eu tinha na parede!
Então como tinha o estúdio, deixei de ter mesinha de cabeceira! Há uns tempos, fartei-me dos golfinhos (estiveram cá a minha adolescencia toda!) e resolvi mudar para uma colcha branca lisa. Também mudei as cortinas, o tapete, já não há poster, nem candeeiros em forma de barco!
O poster deu lugar e milhentas fotografias de pessoas importantes. As paredes estão revestidas com desenhos, folhas com frases parvas, recordações...

Tudo isto para dizer...todas as épocas que vivemos são importantes! E influenciamo-las consoante o nosso mundo! Dá saudade deixar de ser criança, (e recentemente) deixar de ser adolescente. Provavelmente a proxima vez que mudar o meu quarto, vai ser quando sair de casa. É assustador pensar que em poucos anos vou ter a minha própria casa, o meu trabalho, as minhas contas...e que vou "deixar" a minha familia, e este quarto que é um espaço tão meu!

Crescer custa! Crescer custa muito!

Rita

1 comentário: